Google+

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Melhores momentos da Posse da Presidente Eleita Dilma Rousseff

Comentar a postagem
Primeiramente queria desejau um Feliz Ano Novo a todos nossos leitores .
Assista aos melhores momentos  da transmissão de posse da primeira Presidenta do Brasil, Dilma Rousseff,  do dia 01/01/2011
A Posse - Dilma recebe a faixa presidêncial de Lula

Dilma É Empossada

Discurso da Dilma no Congresso


Usem as hastatags no TWITTER #VALEULULA ,e recompense o que foi o melhor Presidente da história do Brasil e uns dos melhores do Mundo)
Vejam os acontecimentos do Governo pela TV BRASIL

27 outubro de 2002 , O dia que a esperança venceu o Medo Lula presidente

Comentar a postagem
Depois de Anos de descaso e desempremprego do Governo do PSDB de FHC,Serra e Aécio cujo ministro do Trabalho era Anastasia e tempos de verdadeira entrega do patrimônio do povo a estrangeiros,chega 2002 o povo perde o medo e elege Luis Inácio Lula da Silva,o homem do povo para governar nosso país,a partir daí começa a mudança,os pobres começam a ter vez,geração de empregos com recordes sucessivos,acesso da população humilde à Universidade,Interropção da voracidade Tucana de Privatizar,pagamento da dívida do FMI ,lula demosntrou que é possivel cuidar do social sem se descuidar da Economia

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Deputados que votaram contra as Leis Delegadas e a favor da democracia

Comentar a postagem
Já expusemos como  a aprovação das leis que dá poderes ao Governador Anastasia de Governar por decreto(Veja AQUI) , agora divulgaremos nesta postagem a lista de 12 Deputados que votaram contra as leis delegadas,ou seja,a favor da democracia , já os 65 demais(a maioria que apoiam Anastasia) 50 votaram a favor da Ditadura e 15 se absteve ou faltaram à Sessão.
Mas antes um conceito simples de  Leis Delegadas!
A edição de uma lei delegada ocorre após o Legislativo autorizar o Executivo(no caso Governador) a editar leis cujo objeto, extensão da matéria, prazo e os princípios são definidos previamente. Essas leis não são votadas pelos deputados
Lista de Deputados que votaram a favor da Democracia
Deputados EstaduaisPartido
Antônio Júlio
PMDB
Sávio Souza Cruz
PMDB
Carlim Moura
Partido Comunista do Brasil
Adelmo Carneiro Leão
Partido dos Trabalhadores
Almir ParacaPartido dos Trabalhadores
André QuintãoPartido dos Trabalhadores
Carlos GomesPartido dos Trabalhadores
Cecília FerramentaPartido dos Trabalhadores
Durval ÂngeloPartido dos Trabalhadores
Maria Tereza LaraPartido dos Trabalhadores
Padre JoãoPartido dos Trabalhadores
Paulo GuedesPartido dos Trabalhadores
Welinton PradoPartido dos Trabalhadores
 Os demais aprox 50 (maioria PSDB e DEM) Votaram a favor da Ditadura de Anastasia e os Demais se Absteve(Não se posicionou sobre o Assunto) ou faltaram à Sessão.

Dados  Divulgados com a colaboração do Deputado Estadual Antonio Júlio(PMDB)
 Pode contactá-lo pelos endereços
Rua Rodrigues Caldas, 30 andar SE/sala 03 - Santo Agostinho 
30190.921 - BELO HORIZONTE/MG
Pressionem Outros Deputados Clicando Aqui
Estamos contactando outros órgão para conseguir a lista dos que votaram a favor desse atentado e assim que conserguimos publicaremos.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Pacientes da Santa Casa de Belo Horizonte (MG) convivem com sujeira e baratas

Comentar a postagem
Já mostramos que enquanto é inaugurada a Obra bilionária de Aécio Neves e Antonio Anastasia faltam médicos no  Hospital Alberto Cavalcanti agora mais um descaso da Saúde na Santa Casa de Belo Horizonte,onde pacientes dividem espaço com baratas e sujeiras.
Um lugar para cuidar da saúde das pessoas tem mais doenças a oferecer aos pacientes.

Fonte: Portal R7
É assim que o PSDB trata da Saúde com muito descaso, no Estado de São Paulo (também governado pelo PSDB de Serra)chegaram ao cúmulo de Privatizarem leitos hospitalares.
A população não precisa de obras megalomaníacas,e sim de investimentos no social como o Governo Lula/Dilma vem realizando no Brasil,um olhar voltado às pessoas e esse foi o segredo do sucesso do governo dele,teve auto índice de aprovação sem precisar censurar a imprensa ao contrário de Aécio e Anastasia.
Protestem aos Deputados Estaduais,e aos Vereadores de belo Horizonte e exigam mais fiscalização à Secretaria da Saùde e mais Verbas para a Pasta ao invés de megalomania.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Aécio Neves, O Collor II

Comentar a postagem
Nesta postagem pretendemos traçar um paralelo do que a mídia fez com Collor contra Lula e o que ela tentou fazer com Serra e agora esta fazendo com Aécio Neves contra a Dilma ,seguido dos vídeos da manipulação.
A Superesposição na Mídia
Aécio de 2009 para cá apareceu em vários programas globais tais como o Jornal Nacional,Faustão entre outros,no SBT de frente com Gabi,Roda Viva,Cançao Nova .
Além disso ele é frequentemente destaque nas matérias do PIG Revista Veja ,como Foi Collor, em outros Jornais de grande circulação e no maior Jornal do Estado"O Estado de Minas" em troca é cla de poupudas verbas e contratos com o governo,e nesses 4 anos vocês não cansarão de vê-lo na grande mídia

A Origem
A exemplo de Collor ,Aécio veio de famílias ricas e tradicionais de Minas e em sua juventude viajara,frequentava as mais eletistas faculdades,enquanto a nossa presidenta Dilma lutava pela Democracia contra a Ditadura.
A Fama de Galã
Outra semelhança com o Ex-Presidente,tinha fama de galã na época e conseguiu vários votos com isso ,Aécio tenta a mesma estratégia.

Vejam que ele vive aparecendo na televisão ,já os problemas enfrentados pelos mineiros, a sua corrupção tudo é ocultada, e no caso de Aécio é muito mais grave pela censura que ele impõe à imprensa.
Vejam o vídeo das eleições de 1989 para servir de alerta do que o PIG quer fazer de Aécio,qualquer semelhança é mera coincidência

Lembram o que aconteceu?
è isso que querem para o Brasil,pelo menos hoje temos a Internet para alertar os eleitores,nossos amigos e conhecidos,dê uma olhada nas postagens desse Blog e dos Blogs relacionados ao lado para ver um pouco sobre a pessoa de Aécio Neves e outros políticos do PSDB,por exemplo o  Anestesianao,ForaAécio, Caixa 2 Azeredo e outros que divulgaremos a medida do possível
Atualização:
O PIG REDE GLOBO esta começando a agir ,criou uma minissérie com um sosia de Aécio Neves e começa a superexposição a exemplo de Collor
http://aecionevesnao.blogspot.com/2012/01/sosia-de-aecio-neves-protagoniza-nova.html

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Ação civil contra senador eleito Aécio Neves é ajuizada em promotoria

Comentar a postagem

Pedido foi feito por ato de improbidade administrativa contra ex-governador.
No procedimento, é questionado o destino de R$ 3,5 bilhões.

A Promotoria de Justiça da Saúde entrou com uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-governador de Minas Gerais e senador eleito Aécio Neves e a ex-contadora geral do estado, Maria da Conceição Barros. Na ação é questionado o destino de R$ 3,5 bilhões que teriam sido declarados na lei orçamentária como dinheiro repassado à Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) para investimentos em obras de saneamento básico.
De acordo com a promotora Joseli Ramos Pontes, o repasse do dinheiro não foi comprovado. O governo de Minas informou que não afirmou em qualquer instância ter havido repasse de dinheiro do Tesouro Estadual para a copasa executar obras de saneamento. Informou também que os investimentos da empresa são realizados com recursos próprios.
Ainda segundo o governo de Minas, as demonstrações financeiras da copasa são submetidas à aprovação de diferentes empresas de auditoria externa, além da comissão de valores mobiliários, não tendo sido apontada qualquer irregularidade.
A assessoria de imprensa de Neves disse que ele não tem conhecimento do teor da ação e que o governo do estado já prestou os esclarecimentos necessários. O processo está na 5ª Vara da Fazenda Pública e agora cabe à Justiça decidir se aceita ou não a ação civil pública.
Fonte:G 1(tomara que o jornalista não seja despedido também no reino de Aécio)
Porém não sai na TV,estranho PIG protege Aécio.

Lista de Deputados Federais de Minas Gerais que votaram a favor do aumento de Salário

Comentar a postagem
Aqui mostraremos a lista de Deputados Mineiros que votaram a favor do aumento do próprio Salário para mais de 26 mil reais,ou seja,legislaram em causa própria.
Notem que todos que estiveram presentes do Estado votaram SIM AO AUMENTO, que poderá implicar  efeito cascada que caracteriza no aumento dos Deputados Estaduais,Assessores e Vereadores nas Câmaras Municipais,já que o teto do poder legislativo um é vinculado ao outro,gerando mais gastos à Administração Pública.
deputado estado voto
Ademir Camilo PDT MG Sim
Aelton Freitas PR MG Sim
Alexandre Silveira PPS MG Sim
Antônio Andrade PMDB MG Sim
Antônio Roberto PV MG Sim
Aracely de Paula PR MG Sim
Bilac Pinto PR MG Sim
Carlos Willian PTC MG Sim
Ciro Pedrosa PV MG Sim
Edmar Moreira PR MG Sim
Eduardo Barbosa PSDB MG Sim
Fábio Ramalho PV MG Sim
Gilmar Machado PT MG Sim
Humberto Souto PPS MG Sim
Jairo Ataide DEM MG Sim
Jô Moraes PCdoB MG Sim
Jô Moraes PCdoB MG Sim
João Magalhães PMDB MG Sim
José Santana de Vasconcellos PR MG Sim
Júlio Delgado PSB MG Sim
Lael Varella DEM MG Sim
Leonardo Quintão PMDB MG Sim
Luiz Fernando Faria PP MG Sim
Márcio Reinaldo Moreira PP MG Sim
Marcos Lima PMDB MG Sim
Marcos Montes MG Sim
Maria Lúcia Cardoso PMDB MG Sim
Mário Heringer PDT MG Sim
Mauro Lopes PMDB MG Sim
Miguel Martini PHS MG Sim
Narcio Rodrigues PSDB MG Sim
Odair Cunha PT MG Sim
Paulo Abi-Ackel PSDB MG Sim
Paulo Piau PMDB MG Sim
Reginaldo Lopes PT MG Sim
Silas Brasileiro PMDB MG Sim
Virgílio Guimarães PT MG Sim
  Assinem o Abaixo Assinado contra o Aumento de Salários dos parlamentares  e envie o seu repúdio aos Deputados Federais e aos Senadores.

Veja a lista dos deputados dos demais estados e Distrito Federal CLICANDO AQUI
Guardem esta lista para próximas eleições.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Anastasia Implanta Ditadura Chavista nas Minas Gerais com as Leis Delegadas

Comentar a postagem
rei Anastasia I e Aécio Neves II
Autor:Agente 65
Os Deputados Estaduais de Minas Gerais concederam Plenos  poderes para o Governador Reeleito Antonio  Anastasia(PSDB-MG),Pupilo de Aécio Neves e ex-Ministro de FHC,a editar suas próprias Leis sem a participação da Assembleia Mineira(Deputados Estaduais).
Foi mais uma vez aprovada em 2º Turno por 50 votos a 12 contra pelos deputados Estaduais Mineiros,já havia sido em 1º turno por 44 a 8 contra.
 Hugo Chavez
O Presidente  da Venezuela ganhou poderes para fazer algo semelhante em 2011 até junho de 2012, mês de sua Releiçao, como editar e aprovar suas próprias Leis.
Aécio Neves Recordista de edição de leis Delegadas
Aécio Neves é o recordista na emissão de leis delegadas em Minas, na comparação com os seus antecessores desde 1985. Ele editou 130 leis com as duas delegações dadas pela Assembleia Legislativa. Foram 63 leis delegadas editadas no início de 2003 e 67 em janeiro de 2007.

Mas afinal o que são leis delegadas?
A edição de uma lei delegada ocorre após o Legislativo autorizar o Executivo a editar leis cujo objeto, extensão da matéria, prazo e os princípios são definidos previamente. Essas leis não são votadas pelos deputados


Pergunto uma coisa ao seu  Jose Serra , seu Aloysio Nunes(Senador PSDB-SP)


Quem mesmo ia Implantar a ditadura chavista no Brasil?


Quem mesmo censura a imprensa?


Quem ofende a liberdade de expressão?

Leia mais


É um absurdo ,um retrocesso da Democracia à Ditadura Militar e temos que lutar contra isso e impedir que chegue ao Brasil caso Aécio chegue à Presidência.
Envie seu repudio aos DEPUTADOS ESTADUAIS MG CLICANDO AQUI

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Falta de médicos em Belo Horizonte (MG)

Comentar a postagem
Enquanto Aécio Neves e Anastasia  gastaram mais de  1 Bilhão de reais com a obra megalomaníaca que é a Cidade Administrativa está faltando médicos para atender a população no Hospital Alberto Cavalcanti e em vários do Estado.


Fonte:http://noticias.r7.com/videos/pacientes-sofrem-com-a-falta-de-medicos-em-belo-horizonte-mg-/idmedia/2cfff6aef9de83bed112d451b9ba04ea.html , ,pois uma notícia dessa ninguémencontra na Globo ou no Jornal"O Estado de Minas" por razões óbvias.
Por isso cobre dos seus  Deputados Estaduais mais postura desses governantes que só sabem disperdiçar o dinheiro público,pede para eles fiscalizarem os gastos do Governador e pedir mais verbas para Saúde.

Aécio Neves cerceia a Imprensa Mineira II

Comentar a postagem
Depois que colocamos um documentário feito por jornalistas estrangeiro da censura à imprensa mineira e que Aécio Neves teria pago a Dívida da Rede Globo,agora colocaremos o vídeo-documentário “Liberdade, essa palavra” que  foi feito como projeto final de curso de jornalismo, na UFMG, por Marcelo Baêta, e apresentado no dia 28 de junho de 2006. O nome do vídeo vem de um verso de Cecília Meireles: “Liberdade, essa palavra/que o sonho humano alimenta/que não há ninguém que explique/e ninguém que não entenda”. 
Nela é demonstranda a perseguição do Governo Aécio Neves aos jornalistas de MG.

A imprensa Protege e tentam promover o Coronel Aécio,em 1989 fizeram a mesma coisa contra o Presidente Lula e  Vejam Aqui a coincidência com Collor .
Aécio Neves=Collor 2
A imprensa incobre os podres,começa a aparecer em todos os programas(começou pelo Roda Viva),tentam desestabilizar o atual governo e colocar o "bom moço "como solução.
Ele já defendeu as Privatizações realizadas por FHC e o estado mínimo,as estradas são as piores do Brasil,a saúde sem comentarios,na educação crianças passando sem saber, e o Acesso aos Ensino Superior é dificultado pelo DESgoverno do PSDB de Aécio e Anastasia,o desperdício de dinheiro público com a Megalomania de Aécio, e a provável volta do desemprego do Governo FHC caso Aécio ou Serra voltem ao comando do país,que será explicado em postagens posteriores.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Novas denuncias de descaso na cidade Administrativa de Aecio Neves que custou mais R$1.200.000.000,00

Comentar a postagem
 Envie para ORKUT
Estão sendo feitas obras escondidas aos olhos da população mineira, buscando concertar rachaduras, deslizamentos e infiltrações de água na obra mais cara do governo Aécio/Anastasia. A obra foi feita as pressas para servir de palanque nas eleições de 2010 para o então governador Aécio Neves e seu atual sucessor Anastasia.

Muitos foram os laudos técnicos recomendando mais estudos sobre o terreno pantanoso onde foram erguidos os edifícios da Cidade Administrativa.É incompreensível uma obra de mais de 1 bilhão de reais, com menos de 1 ano de inauguração, já necessitar de reformas caras e estruturais.Em junho deste ano o Jornal

Hoje em Dia já havia feito uma denúncia sobre esses problemas e o deputado Rogério Correia já havia alertado para a necessidade de uma CPI com o intuito de investigar os gastos com a obra e os problemas estruturais que ela apresenta como mostram as matérias dos links abaixo.


Mais grave ainda é a situação dos funcionários que ali trabalham que estão com medo de que algo mais grave venha a acontecer e com medo de represálias caso relatem a verdade do que está acontecendo nos bastidores da Cidade Administrativa.Apresentamos algumas fotos que mostram a situação da Cidade Administrativa e as obras ocultas que estão sendo feitas para tentar “tampar o sol com a peneira” e o descaso do Governo Estadual com os funcionários públicos que ali trabalham.
Fonte:Site Vermelho 

1 BILHÃO  (R$1.200.000.000,00)
Com esse dinheiro daria para fazer:
  • Centenas de milhares de Casas populares para população carente
  • Milhares de escolas  regulares ou técnicas
  • Centenas  de hospitais
  • Arrumar as estradas do Estado
  • Contratar policiais ou professores
  • Universidades públicas

Porém Aécio Cunha Neves e Antonio Anastasia e o PSDB mineiro pensaram apenas no próprio umbigo a fim de ganhar as eleições e garantir algum(segundo as denúncias) em detrimento dos interesses da população mineira e  a mídia por eles compradas ficaram batendo  palmas considerando um herói o cara de disperdiçou esse dinheiro todo.
Minas ainda terá 4 anos,imagine o que não farão com o Brasil,podem dar adeus aos programas sociais,pois eles(Aécio,Anastasia,Serra,Alckmin) seguem a cartilha de estado mínimo de FHC.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Aécio Neves vai reAfundar o PSDB com FHC e Serra,e defende privatizações

Comentar a postagem
No programa Roda Vida de 06/12/2010, Aécio Neves (PSDB/MG) falou de novo em refundar o PSDB... mas... quando ele foi explicar a coisa, está mais para reAfundar do que refundar. A "renovação" do demo-tucano mineiro é se agarrando no passado de FHC e Serra.
Depois considerar José Roberto Arruda um exemplo a ser seguido ,agora foi a Vez de Fernando Henrique Cardoso  receber autos elogios do"bom moço".
Veja o trecho da entrevista de Aécio Neves ao Roda Viva e o que ele acha de FHC.

Isso tava na cara ,Aécio Neves usou o termo refundar para dar explicação à sociedade com sua aliança com FHC e a simetria dos Programas de Governo com seus companheiros de partido,Vai mudar a cara ,mas na prática sai a baixaria de José Serra e entra a censura de Aécio Neves e o resto na mesma ,e vai continuar as Privatizações e terceirizações implicando serviços precários à população, O sistema falido de aprovação automática nas escolas,a falta de investimentos em programas sociais(Aécio é contra a transposição do Rio são Francisco),o Desemprego recorde ,a censura da imprensa entre outros.
No passado ele já havia bloqueado pedido de Impeachment contra FHC,salvando da investigaçãode  de ter liberado verbas para deputados em troca do arquivamento da CPI da Corrupção eos dois um deve muito favores ao outro.
Estão falando que Dilma é o 3º Governo Lula(torço que seja mesmo pois foi o melhor presidente da história),Aécio ou Serra será outro mandato de FHC .
Quem tem menos de 27 anos de Idade pergunte aos mais velhos como foi o mandato de FHC ou clique aqui e veja os escandalos

Aécio Neves apoia a censura na internet? Repudio ao AI-5 digital!

Comentar a postagem
O AI-5 DIGITAL DE EDUARDO AZEREDO. APOIADO POR AÉCIO?
[Clique aqui e veja algumas denúncias contra Azeredo(parceiro político de Aécio Neves)]
Em 2005 relatou um projeto de lei, que se iniciou há dez anos, em 1996, a discussão polêmica da definição dos crimes de informática como: difusão de vírus, acesso não autorizado, "phishing", ataques a redes de computadores. O projeto também tipifica como delito o ato de acessar conteúdo protegido por direitos autorais, como vídeos, músicas e seriados, estabelecendo a pena de 1 a 3 anos, dobrada caso se comprove que o usuário distribuiu o material.
Em 2006, o projeto, que ainda está tramitando, recebeu alterações do próprio senador transformando a penalização ao provedor. Foi aprovada pela Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado Federal no dia 12 de dezembro de 2007, proposta apresentada pelo senador Eduardo Azeredo para combate aos crimes de informática. Esta iniciativa têm sido criticada por intelectuais e imprensa.
o projeto foi comparado ao AI-5,[4] por obrigar que todos os provedores de acesso do país guardem por três anos todas as informações acessadas pelo internauta (como horário da conexão, sites visitados, etc). Ainda, o projeto foi criticado pelos provedores de acesso à internet, que manifestaram preocupação de que o custo para implementar tais medidas pode tornar o custo para acesso à internet proibitivo aos brasileiros mais pobres.
Tudo isto motivou o surgimento de um abaixo-assinado on-line contrário ao projeto de lei, somando mais de 140 mil assinaturas.[5]
Em 2008 o projeto foi aprovado pelo Senado Federal e encaminhado à Câmara dos Deputados para nova tramitação.
Em 26 de junho de 2009, o Presidente Lula afirmou durante o 10°Fórum Internacional de Software Livre em Porto Alegre que a lei "é censura, interesse policialesco para saber o que as pessoas estão fazendo". Após dizer isso, o presidente é aplaudido pela plateia formada principalmente por defensores de uma internet livre e aberta.


Assine o Abaixo Assinado Já contra o AI-5 Digital
COORDENADOR DE DILMA NA INTERNET REPUDIA AI-5 DIGITAL DO PSDB de Azeredo,Aécio Neves e Serra


 

 O cidadão vai ser vigiado 24 horas na sua vida virtual,limitando sua liberdade de expressão,por isso deu o nome de AI5 Digital.

Se Azeredo,Aécio ,Aloysio Nunes(PSDB-SP) e a coligação Demo-Tucana aprovarem isso é o fim da privacidade na rede e a liberdade de expressão.
Veja as consequências desse projeto para os internautas brasileiros


Porque o PSDB quer isso?
O Governo do Presidente Lula e o então Ministro das Comunicações Hélio Costa garantiram a maior inclusão digital da história ,levando o acesso à rede a 68 milhões de pessoas e com isso a mídia tradicional PIG(Partido da Imprensa Golpista)como a rede Globo,Revista Veja,Folha,Estadão,Jornal "O Estado de Minas",Zero Hora e outras mídias tendenciosas não conseguem manipular a população por causa dessa inclusão e por isso querem Limitá-lo.

AECIO DEMITE SERVIDOR PÚBLICO POR FAZER GREVE

Comentar a postagem
 Aécio Neves Desrespeita a Constituição e restringe o direito de greve dos Trabalhadores por melhores salários
 Envie isso para o ORKUT
ESSE É O GOVERNO QUE TEMOS OU MELHOR QUE NÃO TEMOS, AÉCIO É DITADOR E FAZ O QUE BEM QUER COM A IMPRENSA MINEIRA, SILÊNCIA PELO PODER POLÍTICO E ECONÔMICO E COM A MÁQUINA DO ESTADO CALA ATRAVÊZ DE POUPUDAS VERBAS TODA A IMPRENSA QUE O DIGAM A REDE GLOBO A BAND A RÁDIO ITATIAIA E O JORNAL ESTADO DE MINAS. SÓ TEM COISA BOA PRA FALAR NÉ MESMO GOVERNADOR - SÓ UMA PERGUNTA - PORQUE O EX GOV. AÉCIO NÉVES ENTRA DE MADRUGADA PELA PORTA DOS FUNDOS DO HOSPITAL MATERDAI PARA TOMAR SORO.

Obs:O direito de greve é garantido pela Constituição Federal:
"Art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender."
e nos capítulo reservado aos servidores esse direito é repetido:
"Art.37-VII - o direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei específica"
Também consta na Constituição Estadual

"Art.  33 - O direito de greve será exercido nos termos e  nos
limites definidos em lei específica."
Como o congresso não criou essa lei,os demais Estados e âmbito Federal adotam a 
lei de greve das demais categorias que é a lei nº 7783/89,apenas o Ditador Aécio Neves 
a disconsidera ,já que tem o aval da imprensa e do Judiciário Local para incubrir 
sua tirania.

Esse ditador que queremos para o Brasil?
Hélio Costa e Dilma Neles

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Túnel do Tempo: Aécio Neves arquivou pedido de impeachment de FHC

Comentar a postagem
Fernando henrique cardoso e Aécio cunha Neves
O Então líder do Governo Fernando Henrique Cardoso e presidente da Câmara dos deputados Aécio Neves,em 2001,ajudou o FHC a evitar o processo que poderia resultar em seu impeachment (Perda do cargo),já mostrava seus ares ditatoriais barrando investigações e CPI´s naquele Governo,Algo que Alckmin aprendeu muito bem e repetiu em SP junto com deputados paulistas.
Hoje em dia ele barra a imprensa de investigar e publicar a corrupção de seu Governo e de seu pupilo Anastasia.
Vejam a  Notícia Publicada pela Folha em 25/05/2001 - 20h35 Twite ISSO
"O Presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), arquivou hoje a denúncia de crime de responsabilidade contra o presidente Fernando Henrique Cardoso pela acusação de ter liberado verbas para deputados em troca do arquivamento da CPI da Corrupção e que foi apresentada por cinco juristas há uma semana.

Em despacho, Aécio afirma que "a conduta narrada não se encontra entre aquelas previstas no ordenamento jurídico como apta a ensejar a abertura de um processo". Segundo o presidente, não existe na denúncia a prova de qualquer vinculação entre congressistas e as obras beneficiadas.

Os juristas argumentam na denúncia que o crime é de natureza ética por ter o presidente procedido "de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo". A oposição pode recorrer da decisão de Aécio ao plenário.

Caso fosse acatada, a denúncia seria o primeiro passo para o processo de impeachment contra o presidente. O documento foi apresentado na sexta-feira passada (18) pelos juristas Celso Bandeira de Melo, Dalmo Dallari, Fábio Konder Comparato, Gofredo da Silva Telles e Paulo Bonavides.

De acordo com o Siafi (sistema que acompanha a liberação de recursos do Tesouro), no dia 11 de maio, um dia depois da operação de retirada de assinaturas do requerimento que determinou o arquivamento da CPI, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano liberou R$ 18,4 milhões, soma maior do que havia sido liberado durante todo o ano, que foi de R$ 17,3 milhões.

Segundo a secretaria, que é ligada à presidência da República, os recursos foram liberados para projetos de autoria de deputados tanto da oposição quanto da base governista e, por questões internas, a partir do segundo trimestre, aumenta o volume dos recursos liberados."
Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u20362.shtml

Veja também:http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u3857.shtml

Deputado protesta contra censura Implantada em Minas Gerais controlada por Aécio Neves

Comentar a postagem

Aécio Neves controla imprensa afirma o Deputado Antônio Júlio


Deputado Estadual Antonio Julio(PMDB-MG) afirma que teve três entrevistas "vetadas" pela imprensa mineira por conter críticas à Aécio e a administração tucana em Minas,além disso ele repudia as leis delegadas de Aécio e Anastasia
 
http://www.vtubetools.com



TWITTE ISSO
Protestem ao seu Deputado Estadual(PSDB/DEM) Clicando AQUI

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Entrevista do Presidente Lula a Rádios Comunitárias na integra

Comentar a postagem
Caso Não funcione o Aúdio clique aqui

Aécio Neves: o novo BILIONÁRIO

Comentar a postagem
dinheiro roubado desviado corrupção

Aécio Neves: o novo bilionário
Sem renda oficial suficiente, Aécio compra, por R$ 12.000.000,00(12 milhões), apartamento que pertenceu a seu avô Tancredo
Ex-assessor de Tancredo se assusta ao folhear relatório sobre o crescimento patrimonial do atual governador de Minas Gerais e afirma: “Quem diria, aquele jovem vindo do Rio de Janeiro, após a eleição de seu avô ao governo de Minas em 1982, trazendo em sua mochila bermudas e camisetas. Seu primeiro terno foi comprado pronto na Mesbla, com recursos de seu avô”.

Esta realidade assusta não só aos ex-assessores de Tancredo, mas a todos que conhecem a história de Aécio Neves.

Jamais exerceu qualquer atividade empresarial, comercial ou industrial. Desde 1983 exerceu apenas cargo público, ou seja, recebeu salário, primeiro no governo de Minas como assessor de seu avô, depois diretor de loterias na Caixa Econômica Federal e deputado federal por quatro mandatos, até ser governador de Minas.

Em 2006, após seu primeiro mandato de governador, seu patrimônio já gerava desconfiança. Porém, o crescimento após 2006 ultrapassa qualquer explicação. A não ser que o governador tenha ganhado três prêmios acumulados da mega-sena sozinho.

Aécio Neves, então candidato a governador de Minas em 2006, declarou ao TRE/MG um patrimônio total de R$ 831.800,53. Apenas três anos depois de eleito para o segundo mandato, o governador mineiro, apenas em uma aquisição, conseguiu ampliar 50 vezes seu patrimônio imobiliário, adquirindo a participação de todos os herdeiros de seu avô Tancredo no luxuoso apartamento situado em Copacabana, na cidade do Rio de Janeiro. O total pago foi de R$ 12 milhões, à vista.

Há um farto folclore sobre a suposta vocação dos mineiros para serem econômicos e demonstrarem conservadorismo na administração do dinheiro. É bastante provável que a fama seja inteiramente injusta, mas a declaração de bens do governador de Minas bem que dá asas à ideia de que, “uai, tem mineiro guardando dinheiro no colchão, sô”.

O economista Aécio Neves, 49 anos, informou à Justiça Eleitoral em 2006 que possuía em espécie R$ 150 mil. Declarou ainda um apartamento na cobiçadíssima Avenida Epitácio Pessoa, no bairro carioca de Ipanema, que apareceu na declaração de bens de Aécio com o preço de R$ 109,55 mil.

Ele não discrimina o número de dormitórios que tem o imóvel, mas uma rápida pesquisa em classificados de jornal mostra que o dinheiro é pouco até mesmo para comprar um “quarto/sala” por ali.

O fato pode ter a ver com um hábito dos políticos. Eles costumam utilizar nas informações prestadas à Justiça Eleitoral os valores dos imóveis constantes das declarações de Imposto de Renda.

Nessas, o contribuinte é impedido de atualizar o valor do bem à luz dos preços de mercado porque o esfomeado Leão quer aumentar ao máximo a possibilidade de morder ganhos de capital elevados, aumentando artificialmente o lucro obtido pela eventual venda do imóvel. Em tese, à Justiça Eleitoral, o candidato deveria informar o valor real do bem.

Além do apartamento de seu avô, outros imóveis foram adquiridos no litoral, principalmente em Angra dos Reis. Em Angra, o preço dos imóveis ultrapassa o valor pago no apartamento de seu avô.

Até mesmo dois imóveis no exterior seriam de propriedade do governador mineiro. A maioria dos imóveis encontra-se registrado em nome de empresas, desta forma, o nome do governador não aparece.

No contrato social também consta como sócia outra pessoa jurídica, uma empresa de “participação”. Entretanto, a maior parte do patrimônio do governador de Minas está em nome de empresas registradas em paraísos fiscais e em fundos internacionais, como ficou provado na investigação realizada pela Polícia Federal nos fundos administrados pelo Banco Opportunity, de Daniel Dantas.

Nestas investigações, diversas remessas realizadas desde 2003 por doleiros da Construtora Andrade Gutierrez e Camargo Correia foram identificadas como sendo para Aécio. Estes dados já se encontram em poder do Ministério Público e Receita Federal.

Evidente que o governador mineiro encontra-se no grupo de brasileiros que estão “acima da lei”, a exemplo do senador José Sarney. Desta maneira, membros da Receita Federal entendem que dificilmente ele será punido.

Na verdade, após a redemocratização do País, estes “senhores” organizaram o novo cenário de poder no Executivo, Legislativo e Judiciário. As Cortes superiores de Justiça têm quase a totalidade de sua composição por indicação do presidente da República.

“De 1985 até hoje, no STJ e STF já se renovou desta forma uma aliança entre Sarney, Collor, Fernando Henrique, Itamar e Lula representa uma ameaça para independência e estabilidade do sistema judicial”, afirma um ex-ministro do Supremo Tribunal Federal.

Políticos próximos de Lula informam que a recente posição de Aécio e de seu “escudeiro” Itamar Franco contra o Governo Federal é em retaliação às investigações feitas pela Receita Federal.

Senador do PSOL espera a presença da ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira, na Comissão de Constituição e Justiça do Senado para indagar a respeito da pressão feita por Dilma Rousseff em relação à investigação de Aécio.
Outra questão que está sendo apurada é a participação do governador junto com o deputado Nárcio Rodrigues (PSDB) e o presidente da Assembleia Legislativa mineira, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), no mineroduto de 525 km de extensão para transportar o minério de ferro do sistema Minas-Rio, saindo de Conceição de Mato Dentro (MG) e chegando ao Porto de Açu, no Rio de Janeiro.

Obra que inclusive está para ser suspensa pelo Ministério Público Federal por irregularidades.

A participação do governador mineiro no setor elétrico seria também através de uma empresa. No inquérito, assusta a omissão da Codemig em relação aos pedidos da empresa de Daniel Dantas para pesquisa e exploração de jazidas minerais que pertencem à empresa mineira.

As investigações comprovam ainda que a diferença entre o valor declarado como da venda de nióbio de Araxá e o realmente recebido no exterior é escandaloso e estaria sendo administrado por um fundo pertencente ao Unibanco no exterior, que, por sua vez, vem aportando recursos no fundo que coincidentemente Aécio tem cotas.

Embora publicamente demonstre pouca amizade, Aécio é amigo desde a infância do proprietário do Unibanco, pois no mesmo prédio (apartamento adquirido por Aécio recentemente) sempre morou Walther Moreira Salles e seu avô Tancredo Neves.

Um dos procuradores da República encarregados das apurações foi procurado e nada quis afirmar, apenas advertiu ao Novojornal: “Relatar a totalidade do patrimônio de Aécio Neves antes da apresentação da denúncia seria trazer descrédito para o caso”.

O procurador tem razão, o crescimento patrimonial de Aécio realmente assustará, principalmente aos mineiros. Embora o enriquecimento de governadores de Minas Gerais após o término do período militar tornou-se natural.

Basta ver o patrimônio de Hélio Garcia e Newton Cardoso. Pouco visível fica o patrimônio de Itamar e Azeredo, que sempre utilizaram “intermediários” para tratar desses assuntos.
Fonte:http://www.novojornal.com/politica/noticia/aecio-neves-o-novo-bilionario-17-08-2009.html

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Aécio Neves e o PSDB mineiro tentam ludribriar o Youtube

Comentar a postagem
Vídeo que mostra como SPAM vem sendo utilizado para fazer com que vídeo-resposta produzido pelo PSDB de Minas Gerais suba nos resultados das pesquisas no You Tube quando se procura por "Aécio Neves"
Isso foi em razão de um vídeo produzido com denúncias da relação de Aécio Neves com a Imprensa Mineira.
ATENÇÃO:A utilização desse vídeo em QUALQUER FORMA em programa político partidário, de qualquer partido e em qualquer data É VETADO pelos autores.
Aécio Neves e o SPAM

querem nos calar

Comentar a postagem
A turma do Aécio quer tirar do ar uma página dele no Facebook com várias denúncias que a mídia oculta,imagina o que não farão na Presidência.
censura Aécio Neves no facebook

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Aécio Neves paga a dívida do PIG REDE Globo

Comentar a postagem
  Aécio Neves paga a dívida do REDE  Globo
Governador de Minas Gerais, Aécio Neves, paga US$ 269 milhões de dívidas da Rede Globo de Televisão na compra da Light
Conforme noticiado pelo Novo Jornal, o governador Aécio Neves na montagem de um esquema capaz de alavancar sua candidatura à Presidência da República vem utilizando, sem qualquer fiscalização, o patrimônio público de Minas Gerais. Isto porque tem contado com a omissão de parte da Assembléia Legislativa e da alta direção do Ministério Público mineiro.

Após utilizar-se das ações da Copasa, conforme matéria publicada pelo Novo Jornal em 19 de dezembro de 2006, intitulada "Aécio vende Copasa e investe no Rio", transferindo para a empresa Capital Group International Inc., pertencente ao mesmo grupo econômico da Editora Abril e Folha de S. Paulo R$ 800 milhões em ações da Copasa agora através da Cemig monta a empresa RME – Rio Minas Energia Participações S/A, sem qualquer autorização legislativa para compra da concessionária de energia carioca Light, transferindo para os fundos credores da Rede Globo, GMAM Investment Founds Trust I, Foundations For Research, WRH Global Securities Pooled Trust, um crédito em ações de US$ 269 milhões, através do pagamento feito a maior que a quantidade de ações adquiridas na Bovespa pela RME – Rio Minas Energia Participações S/A, na operação de compra.

Este detalhe só é percebido se verificado o constante na folha 4 - II do parecer nº 06326/2006/RJ da Secretaria de Acompanhamento Econômico, do Ministério da Fazenda,  que analisou e aprovou a transação. Lá consta que a RME-Rio Minas Energia Participações S/A adquiriu 75,40% da Light, embora tenha comprado e pago 79,57%, inclusive é esta a quantidade de ações constantes nas atas da Cemig que autorizaram a compra assim como é informado no próprio site da Light.

Esta diferença aparece apenas como uma operação (escrituração no pregão da bolsa) e só foi possível devido a diferença entre avaliação patrimonial da empresa (valor real com deságio) e o valor pago.

Trata-se, mais uma vez, da utilização da desonesta operação do "pagar a maior", algo vulgarmente utilizado pelas empresas particulares para esconder ou desviar lucros, onde se compra nota fria.

Na compra da Light pela RME – Rio Minas Energia Participações S/A a contabilidade da operação da bolsa maquiou a fraude. Neste caso específico foram utilizados profissionais conhecidos no mercado de capitais pelo alto conhecimento neste tipo de jogada.

Além da Cemig ter constituído em sociedade com outras empresas particulares a RME – Rio Minas Energia Participações S/A sua participação é de apenas 25%.

A irregularidade na constituição da empresa é tão grande e insanável que a Junta Comercial e a Receita Federal, que fornece o CNPJ, não conseguem explicar como isto ocorreu, prometendo pronunciar-se só depois de uma profunda e detalhada investigação.

O que era para não deixar rastro acabou comprometendo toda operação, pois os credores da Rede Globo já tinham ajuizado um pedido de falência contra a empresa em Nova York, nos EUA.  Desta forma, o pagamento da dívida teve que ser feita "por dentro da contabilidade da Globo", o que acabou deixando rastro.

A certeza de impunidade do governador Aécio Neves é tão grande que ele aceitou a entrega da direção financeira da Light ao ex-presidente da empresa holding do grupo de comunicação Globo, Ronnie Vaz Moreira.

Esta e outras operações praticadas no "Novo Mercado" da Bovespa vem despertando a atenção da Receita Federal e de organismos financeiros  internacionais que a início identificam o mesmo como uma grande lavanderia de dinheiro público.

A Justiça americana está pedindo explicações da origem do dinheiro utilizado pela Globo para pagamento do pedido de falência. Desta forma, é bem possível que o escândalo exploda de fora do Brasil para dentro, impedindo que o mesmo seja abafado. Evidente que esta é uma remota possibilidade, pois envolvidos nesta operação estão a estrutura de poder nacional e internacional.

O prejuízo do patrimônio público mineiro não para por ai. A Cemig assumiu na compra da Light uma dívida de US$ 1,5 bilhão.

Para realizar esta operação a elite da corrupção e da comprovada desonestidade do mercado de capitais foi escolhida pelo governador Aécio Neves para integrar a alta direção da Light. Basta citar os seguintes membros do conselho de administração da empresa: Ricardo Coutinho de Sena, diretor da concessionária Ponte S/A, denunciado pelo Ministério Público e processado na Justiça Federal de Niterói, estado do Rio de Janeiro, por simulação de empréstimo de US$ 9.500,000 milhões em paraíso fiscal das Bahamas, avalizado pela Construtora Camargo Correia, para remessa irregular de lucros para o exterior, conforme apurado pela Comissão de Fiscalização financeira da Câmara Federal.

Aldo Floris, conhecido no meio financeiro pela capacidade de fraudar preço de ações como no golpe que deu um prejuízo ao Bank of América no valor de R$ 185.000.000 ,00 milhões enviados irregularmente para fundos off-shore no exterior, conforme relatório da Receita Federal, por solicitação da Justiça Federal de Nova York. Este mesmo expert do mercado financeiro simulou uma carta de crédito de R$ 1 bilhão, na privatização da Telemar, conforme apurado no processo da Polícia Federal, que indiciou os dirigentes da Previ por crime na privatização do setor de telecomunicação em 1998, auge do governo tucano. 

Gilberto Sayão da Silva, dirigente do conhecido Banco Pactual, onde em uma de suas menores práticas irregulares no mercado financeiro foi indiciado pela CVM, Processo Administrativo nº CVM RJ2005/3304.

Como se não bastasse, tem ainda acento neste conselho o ex-governador do Rio de Janeiro, ex-presidente do Banco do Estado da Guanabara e ex-ministro de Sarney, Raphael de Almeida Magalhães, eterno elo de ligação entre a família Neves e os Associados, pois seu pai Dario de Almeida Magalhães dirigiu a sede carioca dos Diários Associados quando Tancredo era presidente do Banco do Brasil, além de ter dirigido também o jornal Estado de Minas.

Como demonstrado, Aécio Neves montou um verdadeiro "esquema" na Light, especializado na prática de fraudes no mercado de capitais, como a cometida para pagar a dívida da Rede Globo de Televisão.

A montagem da empresa RME – Rio Minas Energia Participações S/A para a aquisição da Light por Aécio não aconteceu apenas para pagar esta dívida. Ela foi estratégica, pois ele estava impedido de fazer certas jogadas no setor energético através da  Cemig porque ela é uma empresa estatal e, desta forma, sujeita a uma legislação mais rigorosa.

Sem dizer que qualquer movimentação maior na empresa poderia ser, porque não é fiscalizada pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado. Agora ele poderá fazê-lo sem dar qualquer satisfação a estas instituições.

Ocorre que Aécio cometeu um erro intransponível, porque a Cemig para associar-se em uma empresa de capital aberto como foi o caso da RME – Rio Minas Energia Participações S/A, ela  teria que ter tido uma autorização da Assembléia Legislativa, o que ainda não ocorreu. A verdade é que os deputados mineiros não estão acostumados nem preparados para lidar com o profissionalismo da equipe montada por Aécio Neves.

A contrapartida

As negociações desenvolvidas para quitação da dívida da Globo no exterior foram feitas através do ex-presidente da Globo S/A, Ronnie Vaz Moreira, e incluem a posterior transferência e entrega da NET  para que o grupo de Aécio Neves possa juntamente com a construtora Andrade Gutierrez, via Telemar, que adquiriu recentemente a Way, e uma série de empresas concessionárias de serviço a cabo do interior mineiro, montar um novo grupo de Comunicação, tendo como geradora local de programação a TV Alterosa.

A certeza da impunidade e de qualquer questionamento traz à tona uma situação escandalosa. Ou se não é escandalosa, como explicar que o principal executivo da Rede Globo, um conglomerado de empresas nas quais existem profissionais como o apresentador Faustão, que ganha mensalmente mais de R$ 1.000.000,00, onde apenas um comercial de 30 segundos em rede nacional no horário nobre custa em torno de R$ 180.000,00, possa largar seu emprego que, segundo versões do mercado, rendiam-lhe quase R$ 800.000,00 por mês fora participações, para assumir a diretoria financeira da Light ganhando R$ 11.000,00 por mês.

O valor total da negociação entre Aécio Neves e Rede Globo chegou a mais de US$ 1,5 bilhão, levando em conta o valor da dívida da Light assumida pela Cemig.

A negociação é tão perdulária que além do valor pago e de ter assumido R$ 1,5 bilhão de dívidas à Cemig, forneceu para a Light em 2006 energia no valor de R$ 399 milhões, conforme Balanço da Light de 2006, "notas explicativas", Nota 16. E o pior. Sabem quando a Cemig receberá o pagamento? Em dezembro de 2013.

Esta prática sem dúvida criminosa está descapitalizando a Cemig e capitalizando a Ligth. Em português vulgar, a Cemig está passando por baixo do pano dinheiro para a Light.

Não estamos falando de uma transação desonesta entre duas empresas particulares. Estamos falando de uma empresa estatal, que representa o fornecimento para Minas de um insumo estratégico.

Realmente, tem que ser feitas as seguintes perguntas.


Onde está o Ministério  Público Estadual e Federal?




Onde está a Polícia Federal?









Onde está o Ministério das Minas e Energia, a ANEEL? 









Onde está a Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça?








Onde está a Assembléia Legislativa de Minas Gerais?








Onde está a Câmara Federal?








Onde está o Senado?









Onde está o Tribunal de Contas de Minas Gerais e o da União?





Voltemos ao assunto. Para dar seqüência ao "acordo" e viabilizar as futuras operações financeiras, para promover os demais pagamentos, o ex-presidente da Holding da Rede Globo, Ronnie Vaz Moreira, largou o cargo de maior poder no Brasil, depois da Presidência da Republica, transferindo-se estrategicamente para uma simples diretoria Financeira da Light, para ganhar uma remuneração mensal de R$ 11.000,00.

Como dito anteriormente, só este fato em outros tempos seria capaz de derrubar o governo, porém atualmente com o comprometimento das instituições das diversas esferas e instâncias do Poder com a corrupção, poucos estão dispostos a enfrentar o maior império de comunicação existente atualmente no país.

A renegociação da dívida da Rede Globo com seus credores estende-se por quase cinco anos, período igual ao que Aécio imagina ser necessário para chegar a Presidência da República e por conseqüência conseguindo neste período da rede de comunicação seu silêncio e cumplicidade.
O que diz a Cemig

A nota divulgada pela assessoria de imprensa da estatal mineira em resposta à consulta feita pela reportagem do Novo Jornal é a seguinte:

"Para a Cemig participar de leilões, consórcios ou compra de ativos (como é o caso da compra da Light), a empresa não precisa de nenhuma lei para isso, mas sim a autorização do Conselho de Administração da empresa. A proposta é enviada pela Diretoria ao Conselho de Administração, que é presidido pelo Brumer, que autoriza ou não a compra".

É verdade que para comprar ativos a diretoria da empresa necessitaria apenas de autorização do Conselho de Administração, do qual fazem parte o pai do governador e o sogro de sua irmã.

Porém, a reunião do Conselho de Administração de 24/03/2006 autorizou apenas a compra das ações da Light pela RME – Rio Minas Energia Participações S/A, CNPJ 07.925.628 /0001-47. O que se discute é a falta da autorização legislativa, exigência constitucional para criação da referida empresa, que tem como sócio a JLA Participações S/A, constituída exclusivamente para participar da RME-Rio Minas Energia Participações S/A, conforme relatório da secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, de propriedade do Liberal International Limited, sociedade constituída em Bahamas e a Pactual Energia, que é uma sociedade controlada por um fundo de investimento estrangeiro denominado Pactual Latin América Power Fund Limited, gerido pelo Pactual Banking Limited, instituição financeira com sede em Cayman, assim como Bahamas, paraíso fiscal e sede do maior centro de lavagem de dinheiro do mundo.  
Para o mercado financeiro americano a empresa Liberal International Limited, que possui diversos imóveis e empreendimentos em seu nome, em inúmeros locais do país, seria administrada pelo secretário de Governo, Danilo de Castro, que, em última análise, estaria representando o governador Aécio Neves.

Na verdade, a relação entre os dois confunde-se com a relação entre PC Farias e Fernando Collor de Mello. Um jornalista do Washington Post publicou, no final do ano passado, uma nota a respeito, comentando este fato.

Na verdade, o referido jornalista jogou a isca para que Aécio Neves o interpelasse, permitindo que fosse argüido "exception of the truth", único dispositivo aceito nos paraísos fiscais como motivo para quebra de sigilo de contas e operações financeiras ali realizadas.

Se esta versão corresponde à verdade, não podemos afirmar. Porém, nem a Cemig e os demais sócios da RME-Rio Minas Energia Participações S/A informaram quem era o verdadeiro proprietário do Liberal International Limited.

Para esclarecer esta dúvida, bastaria que a Cemig ou a Light trouxesse a público estas informações, que independente da vontade das empresas, em breve, serão divulgados pelo relatório da Comissão Especial do Senado Federal americano, criado para apurar a lavagem de dinheiro internacional.

Novo Jornal já tinha a autorização para disponibilizar o link contendo o relatório parcial que comprovasse a versão do mercado financeiro americano, quando fomos comunicados que a direção do Senado americano decidiu que o mesmo deveria ser retirado do site da comissão. O relatório final deverá ser concluído até julho deste ano.

E mais. A decisão do Conselho de Administração da Cemig foi para compra de 88,84% das ações da EDF International, que na Light correspondiam a 79,57% de suas ações. Ao contrário, apenas 75,40% vieram para a RME – Rio Minas Energia Participações S/A. A diferença de 4,17% representam as ações que ficaram em poder de EDFI para serem negociadas em Bolsa, conforme citado no início da reportagem, para pagamento do restante do débito da Rede Globo de Televisão.

Na verdade, montou-se um projeto de engenharia mobiliária para apropriar-se do dinheiro público, permanecendo a Cemig como minoritária. Não tendo qualquer poder de decisão. Tanto é verdade que se repete o ocorrido quando a própria Cemig não admitiu no governo Itamar Franco qualquer decisão da minoritária Southern Eletric Brasil Participações Ltda.

A fraude praticada é tão gigantesca que no comunicado feito por Andrade Gutierrez à Bolsa de Valores em 29/03/2006 dizia que a RME Minas Energia Participações S/A estava em constituição, como poderia o Conselho de Administração da Cemig ter decidido que a empresa participaria da RME Minas Energia Participações S/A se naquela data a mesma não existia constando em seu CNPJ como data de abertura 28/03/2006.

Fica difícil para a empresa RME-Rio Minas Energia Participações S/A explicar como comprou 79, 57% e só recebeu 75, 40%. Isto em uma operação de Bolsa no valor de US$ 2 bilhões.

Pedido de auditoria

A Comissão de Meio Ambiente e Recursos Naturais da Assembléia Legislativa de Minas Gerais aprovou no dia 20 de dezembro de 2006 requerimento de autoria do deputado estadual Laudelino Augusto (PT) pedindo que seja encaminhado ofício ao Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCMG) para a realização de auditoria nas contas da Cemig.

O deputado solicitou o exame da arrecadação de receitas públicas e execução de despesas, de outros atos de gestão de repercussão contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial, praticados pelos seus administradores nos últimos cinco anos, considerando a legalidade, economicidade, eficiência e demais princípios constitucionais.

Comentário: como dissemos na edição anterior, uma voz firme, objetiva, sem distorcer a realidade, como vem sendo feito de forma generalizada — as exceções são exceções — na grande mídia, surgiu em Minas, o Novo Jornal. Finalmente, o governo Aécio vai sendo desmascarado. Além do escândalo dos investimentos feitos na Light, realizados à revelia da Assembléia Legislativa e, portanto, da sociedade mineira, Aécio tem explicar publicamente o que está feito com a Copasa. Outro escândalo que envergonha a imprensa mineira, completamente omissa em sua função social de noticiar os fatos que interessam ao povo mineiro. Ninguém da propalada grande mídia mineira dá um pio sobre esses assuntos. Será por quê? Alguma justificativa há.

Enquanto o tucano Aécio faz das suas aqui em Minas, o outro, o tucano paulista José Serra, também esconde a verdade — um buraco do tamanho de uma cratera — sobre as irregularidades do Metrô paulistano. Isso tudo, senhores, com a conivência, com o caradurismo da mídia nacional, Globo, Folha de S. Paulo, Estado de São Paulo e companhia limitada e ilimitada. Blindaram o homem com a maior cara-de-pau. Estão fazendo com Serra agora, como fizeram antes com ele mesmo na eleição pra governador, como fizeram com Alkmin durante todo o processo eleitoral passado. Essa imprensa que se diz imparcial e isenta (é preciso saber de quê e de quem), se transformou em mais um partido que defende os interesses das classes dominantes brasileiras. E como não deu pra emplacar o Alckmin em 2006 e Serra em 2010 já trabalham para emplacar  Aécio em 2014. Essa é a lógica com que trabalham.